segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Sugestões de livros para dar de presente no Natal (2) ♥

Olá gente, vi que muitas pessoas gostaram das indicações de livros para dar de presente, que resolvi fazer a parte 2.

Parte 1 - Clique aqui

01- Surfistas, beijos e um pé de pato:

Link da resenha: aqui

Compre clicando aqui: Saraiva



02- A parede branca do meu quarto:

Link da resenha: aqui

Compre clicando aqui: Thesaurus



03- Uma vida para sempre:

Link da resenha: aqui

Compre clicando aqui: Saraiva



04- Primeiras Impressões:

Link da resenha: aqui

Compre enviando um direct pra autora: LRDO



05- A ajuda veio do céu:

Link da resenha: EM BREVE

Compre clicando aqui: Livraria Schoba

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Resenha: Primeiras Impressões

Olá gente, hoje trouxemos mais uma resenha, dessa vez da autora Laís Rodrigues, do livro Primeiras Impressões.

Editora: Editora Kiron
Páginas:310
Autora: Laís Rodrigues
Gênero: Romance

Sinopse: Primeiras Impressões é uma adaptação moderna do clássico 'Orgulho e Preconceito' de Jane Austen. O romance eterno de Lizzie e do Sr. Darcy é situado desta vez entre paisagens paradisíacas do Brasil e cenários surpreendentes dos Estados Unidos, em um relacionamento complexo entre uma carioca sarcástica e brilhante e um político americano de uma família conservadora.



Resenha: Lizzie Benevides é uma moça que mora em Boston, e estuda Literatura.

Nas férias ela e sua irmã Jane,vai para o Brasil para visitar seus pais e suas irmãs.
Num determinado dia aparecem 3 americanos ( Charles, e Caroline Bing ), que compraram uma ilha. e trouxe junto seu amigo, Frederick Darcy.

A mãe das meninas é bastante convidativa, e como viu que os garotos eram ricos, ficou doida pra arrumar um deles pra sua filha, e convidou-os para a festa de ano novo na pousada Benevides.



Na festa, Frederick se encontra com Lizzie, e suas primeiras impressões dele com ela, não são lá tão amigáveis. E eles em seus pensamentos eram que nunca mais os dois queriam se ver.

Sua irmã Jane começa a ter um relacionamento com Charles, e para a infelicidade de Lizzie, sempre que sua irmã fosse sair com Charles, ela teria que acompanhá-los e acabava se encontrando com Frederick.

Com muitos encontros e desencontros, Lizzie volta para sua faculdade em Boston, e Fred também volta pro seu destino.



E pra saber o que acontece depois disso é só lendo o livro pra saber.

A autora escreve o livro em 3° pessoa, e de uma forma formal, mas em nenhum momento a leitura fica pesada. Ao contrário é tão deliciosa e leve que faz com que o leitor sinta-se próximo aos personagens.

Também a autora fez uma adaptação tão incrível, que não tirou aquela essência do clássico: Orgulho e Preconceito. 

No livro tem vários pontos turísticos,e paradisíacos, e atuais que deixa a história muito mais elegante e chick. Simplesmente um livro lindo e encantador.

Creio que todos que leram ou ainda vai ler, irá se apaixonar por L. Benevides, e F. Darcy.


Blog da autora: aqui
Instagram da autora: aqui

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Sugestões de livros para dar de presente no Natal ♥

Olá gente, tudo bem, ? Vim aqui hoje para dar algumas sugestões de livros para vocês darem pra alguém, ou pra vocês mesmo de presente de Natal. E são todos nacionais!

1- Trilogia Maria Metálica: 

Link da resenha: aqui (livro 2) e aqui (livro 1) 

Compre clicando aqui : Livraria Cultura , Livraria Cultura



2- Coração sem fim:

Link da resenha: aqui

Compre clicando aqui: Chiado Editora



3- O colecionador de borboletas:

Link da resenha: aqui

Compre clicando aqui: Saraiva ou mande um email até dia 23/12 para: ocolecionadordeborboletas@gmail.com (R$: 20,00 com frete grátis)



4- Os dilemas da mulher maravilha do séc XXI:

Link da resenha: aqui

Compre clicando aqui: Estante Virtual



5- O penúltimo Capítulo:

Link da resenha: aqui

Compre o seu enviando um email para: claricepessato@hotmail.com.br



6- A cruz de zeta:

Link da resenha: aqui

Compre clicando aqui: Amazon (e-book)



7- Johnny Bleas - Um novo mundo:

Link da resenha: aqui

Compre clicando aqui : Saraiva




Bom por enquanto são esses, se gostarem do post, quem sabe faço mais nesse estilo. Beijinhos 

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Resenha: Uma vida para sempre

Resenha do livro: Uma vida para sempre.

Primeiramente agradeço a Simone Taietti, por ter me dado o prazer de ler seu livro lindo e cheio de emoções.


Autora: Simone Taietti
Páginas: 351
Editora: Novo Século- Talentos da Literatura Brasileira
Gênero: Romance

Sinopse: Ethel diz estar morrendo. Contudo, não afirma isso apenas em razão de sua doença. Talvez a única certeza de nossa existência seja a morte, o fato de que ela chega para todos. Mas nem por isso deixa de ser a maior incógnita da vida.
Em um hospital, em meio à dor das histórias dos pacientes, Ethel encontrou amigos. Entre passeios em cemitérios, frequentando velórios e enterros de estranhos, ela tenta preparar a si e aqueles que ama, para o que parece estar ali tão próximo, o fim. Entretanto, não esperava enfrentar algumas surpresas que a fizessem duvidar de tal preparação.
As estatísticas ruins, a inexorável passagem do tempo. Onde reside a lógica disso que nos arranca pedaços, da súbita inexistência do que outrora era vívido e pulsante? Um corpo que jaz. Palavras que se perdem. A finitude de tudo o que é tão belo talvez seja a maior dor do mundo.
Uma vida para sempre é um compilado de desejos, pensamentos e dias.
Quanto dura o para sempre?
Ethel descobriu.


Resenha: Ethel Vilanova, é uma garota de 17 anos, mora em Tangará- SC, ela é portadora de uma doença, cujo nome é CIPA- Insensibilidade Congênita á Dor com Anidrose, na qual ela não sente nenhuma dor física, e nem transpira; se ficar muito tempo exposta no sol, tem que pegar algo gelado e por sobre sua pele.
" Apesar de tudo, todo o sofrimento pode ser superado." 
Ethel acha que com essa doença ela está morrendo; e com isso está sempre visitando cemitérios, e enterros de estranhos. 


Ela tem vários amigos no hospital, onde faz suas fisioterapias, mas sua mãe não gosta disso, pois acha triste ter amigos que estão perto da morte. A mãe de Ethel, não gosta que ela fica falando sobre a morte, pois quando Ethel tinha 8 anos seu pai faleceu.

Um dia ela recebe uma notícia de que um amigo do hospital havia falecido a 1 semana, era Max e tinha 9 anos. Foi pra lá assim que soube, para perguntar aos médicos o porque do falecimento de Max.
Quando estava no quarto de Max no hospital, um garoto chamado Vitor entrou correndo querendo se esconder dos seus pais, pois não queria fazer um transplante autólogo de Medula Óssea.
Vitor tem LMA, Leucemia Mieloide Aguda.
"É uma grande sacanagem estarmos vivendo nossas próprias vidas, despreocupados, enquanto há pessoas morrendo, em leitos de hospitais por falta de um determinado tipo de sangue ou mesmo de medula."
A partir daí Ethel não sabe o que está por vir, e que com a convivência dela com Vitor, pode mudar suas vidas para sempre.


A história é narrada por Ethel, que faz com que entendemos o ponto de vista da mesma.

E o final? Ainda estou em choque, fico imaginando e refletindo, como que em tão pouco tempo, as coisa se vira e acontece algo totalmente diferente.

Nunca chorei tanto com um livro, como chorei nesse.


Não é um livro pra ler, só pra passar o tempo, com uma simples história. Vai muito além disso.

É uma história que inclui a família, as amizades, o amor, a dor, entre muitas coisas lindas.
"Quanto dura o para sempre?"
 E com isso, só tenho a dizer que: A morte está próxima, não sabemos o dia que ela chega, por isso vamos viver o tempo que nos resta e aproveitar! Pois depois que a morte chega não temos tempo pra mais nada.


Onde comprar: Saraiva,  Submarino.
Facebook: Aqui
Instagram da autora: Aqui

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Entrevista: Marina Oliveira

Oi gente, trouxe mais uma entrevista, dessa vez com a autora, Marina Oliveira do livro: A parede branca do meu quarto.


Então vamos ás perguntas:

01) A parede branca do meu quarto, foi escrito através de histórias que você vivenciou, ou foi totalmente fictício?

É uma ficção com pitadas de realidade. Muito que a Mariana vivencia no livro, eu já vivenciei de certa forma: o estresse do PAS, a escolha da profissão e a briga com o melhor amigo. Tem outras coisas também, mas só posso revelar para quem já leu o Parede Branca!


02) Pretende escrever mais livros? Se sim, qual gênero ?

Já comecei a escrever o segundo livro. É uma continuação que não é, sabe? Uma nova protagonista com questões diferentes a serem resolvidas, mas inserida no mesmo universo do Parede Branca. Então, muita gente conhecida vai reaparecer.

03) Nas horas vagas, o que mais gosta de fazer?

Filmes e dança são minhas grandes paixões depois dos livros. Se posso fazer tudo isso com os meus amigos e ainda comer algo gostoso, melhor ainda.

04) Seus amigos e familiares, já leram: A parede branca do meu quarto? Eles gostaram?

 Meus pais, sim. Alguns amigos também. Não recebi nenhuma crítica negativa até agora, todas foram construtivas para que eu possa melhorar no futuro. Ainda assim, minhas estrelas variam de quatro a cinco (de cinco). Estou muito feliz. <3

05) Tem algum livro, e escritor preferido? Qual(is)

Meu livro favorito é O Mundo de Sofia do Jostein Gaarder, mas ele não é o meu autor favorito. Eu não tenho um, na verdade. Por isso prefiro citar nomes que mais apareçam na minha estante. Hergé, Agatha Christie e Marian Keys. Série predileta é Harry Potter, vale ressaltar.

06) A parede branca do meu quarto, é seu livro de estréia, e dá pra perceber que acertou em cheio, amei o livro. O que acha das pessoas que sempre comentam que adorou o livro? Qual a sensação? Os seus leitores te motivam a continuar?

Eu sou muito grata a essas pessoas. São elas que têm feito meu sonho de ser uma escritora realidade, afinal é para elas que faço este trabalho. Não tem como não dizer que elas me motivam a seguir este caminho!

07) Fale uma parte do seu livro que mais gostou de escrever? Por quê?

Adorei a pergunta! Posso citar dois capítulos em vez de cena? Porque o capítulo que mais gostei de escrever foi o entitulado "São João". Ele é a cara de Brasília e a interação entre os personagens é muito divertida. Já o segundo que mais me marcou foi o 49, "Paredes Brancas". Acredita que eu meio que sonhei com ele?! 

Link da resenha: Clique aqui
Blog da autora: Clique aqui
Instagram: Clique aqui

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Entrevista: João Gabriel

Olá, gente! Voltamos com mais uma entrevista dessa vez com o autor: João Gabriel, do livro: Johnny Bleas.


Então vamos as perguntas:

01) Desde cedo já sonhava em ser escritor? Ou sua paixão pela leitura foi depois de criança?


Sempre gostei de escrever, mas acredito que esse gosto tenha surgido na minha adolescência, junto com minha paixão à imaginação e fantasia. No entanto o desejo de ser publicado surgiu da vontade de expressar minha imaginação usando uma ferramenta que não me impusesse limites, junto da vontade e dever de encantar as pessoas para que se envolvam com novas aventuras. E por fim o desejo que alcançar um sonho, algo que vai muito além da literatura, o sonho de fazer o melhor possível para servir à humanidade com o melhor de mim. Quando comecei a escrever tinha apenas 17 anos e não tinha muita visão de ser escritor, naquela época pensava em fazer gastronomia ou design. De qualquer maneira após alguns anos, quando Johnny Bleas foi concluído decidi investir na carreira de escritor e daí seguir para o mundo literário.

02) Tem data prevista para o lançamento do 2° volume da trilogia Johnny Bleas, o que pode nos contar sobre o livro?


O lançamento será em 2016. Mas ainda sem data prevista. No segundo livro. Johnny Bleas – O Núcleo da Montanha, eu realmente me surpreendi com o resultado. Nesta obra pude dar mais ênfase a alguns personagens que são essenciais para o enredo. O livro não apenas é muito maior que o primeiro, mas também é conduzido com mais mistérios, fantasia e a quantidade certa de suspense. O segundo livro fez com que eu me tornasse ainda mais fã de Johnny Bleas e o fantástico mundo de Asterium.

03) Qual seu gênero literário preferido?

Com certeza aventura!!! Mas acima de tudo gosto de um enredo bem construído. Ao meu ver, os bons livros são aqueles capazes que fazê-lo emergir em um novo mundo.


04) Como se sente, com o tanto de pessoas, que sempre estão elogiando a história e a capa de Johnny Bleas?


Sinto-me alegre, vejo que meu trabalho está sendo bem feito. O coração bate um pouquinho mais forte, tenho a sensação de que a missão está sendo
cumprida. Ainda há muito o que fazer, mas fico sempre contente e além de tudo procuro ouvi-las para sempre melhorar meu trabalho.


05) Quando escreve, o que te inspira?


Não sei bem de onde veio a inspiração para Johnny Bleas, me parece que a ideia já existia, bastava acessá-la. Alguns dizem que precisamos de experiências de vida para escrever, outros dizem que a inspiração já existe em nós, cada autor tem um perfil diferente, no entanto para mim é sempre uma nova aventura, basta ouvir a história em meus pensamentos.
Ao começar um novo capítulo, nem sempre sei o que vou escrever, mas geralmente sei onde quero chegar, o mais interessante desta experiência é desvendar como será o caminho. Acredito que todas as experiências de vida que tenho são complementares e me ajudam a escrever, principalmente por me levarem a novos desafios e jornadas, mas é o conjunto de vivências, fatos e informações percebidas que transformam minha perspectiva e maneira de ver o universo.


06) Seus amigos e familiares já leram Johnny Bleas? O que eles acharam? Te apoiam?


Sim, muitos já leram! Até agora tive apenas feedbacks positivos. Todos tem dado um grande apoio, o que tem sido muito bom!

07) Se pudesse entrar em algum livro e viver a história, qual livro seria? Por quê?


Uau!! Adorei a pergunta! Acho que ficaria em dúvida entre Harry Potter e o Senhor dos Anéis. Mas como só posso escolher um acho que ficaria imensamente feliz ao receber minha carta para a escola de magia e bruxaria de Hogwarts.

Link da resenha: Clique aqui



Website: www.jgbrene.com
Instagram e Twitter: @jgbrene
Email: j.brene@hotmail.com

sábado, 31 de outubro de 2015

Resenha: A parede branca do meu quarto

Resenha do livro: A parede branca do meu quarto, da autora: Marina Oliveira.


Autora: Marina Oliveira
Páginas: 381
Editora: Thesaurus Editora

Sinopse:"Após ter um vídeo postado no YouTube sobre o surto psicótico que teve durante uma prova, Mariana Vilar virou uma celebridade da Internet. Infelizmente, isso não trouxe nenhuma vantagem para a vida dela: foi expulsa do colégio antigo, perdeu o contato com o melhor amigo e, agora, ainda tem que aguentar as pessoas perguntando a todo tempo se a conhecem de algum lugar. Chega a hora de cursar o terceiro ano do Ensino Médio, não vai ser fácil. Novo colégio, rodeado de pessoas diferentes. Os desafios surgem e as inquietardes aumentam. Mariana começa a perceber que as experiência e desejos que guiavam o seu comportamento antes, de repente não fazem mais sentido. Entender as mudanças que vão desde belos momentos afetivos até estranhas festas da elite brasiliense será uma questão de sobrevivência.
E quanto à parede branca do título? Ah, meu caro leitor, só posso garantir que ela nunca mais será a mesma."


Resenha: A parede branca do meu quarto, nos traz a história de Mariana Vilar, uma garota, orgulhosa, chata e que só pensa nela mesma, mas um ponto positivo é que ela é muito inteligente, ao extremo!
Mariana esta prestes a entrar no 3° ano do ensino médio. Ela está se mostrando muito animada, pois quer entrar em uma faculdade , para se formar em medicina.
No 2° ano ela teve um surto psicótico na hora de fazer uma prova do PAS, (é tipo um ENEM), com isso ela foi expulsa do colégio, e seus colegas de classe filmaram o surto e postaram no Youtube.
Em todos os lugares que Mariana ia, as pessoas perguntavam se há conheciam de algum lugar.
Agora chegou a hora de entrar no 3° ano, e estava sozinha, pois na antiga escola ela tinha o seu melhor amigo, o Ian.
No primeiro dia de aula Mariana senta, e vê os dois colegas que a partir daquele dia ia sentar do lado deles.
Laura uma menina que só ficava com os fones de ouvidos, e óculos grandes. Maurício um garoto cabeludo e dormia durante a aula. Claro que ela não foi com a cara deles, mal sabia ela que eles se tornariam melhores amigos.


No livro também aparece os familiares de Mariana, sua mãe, seu irmão Lucas, que é muito chato por sinal, hehe mas ao longo do livro vai melhorando, sua avó que é muito fofa e conselheira, e seu pai (os pais são separados, e é meio distante)

Com as novas amizades de Mariana, ela vai deixando de ser egoísta, e começa a prestar mais atenção nas pessoas que estão á sua volta.


O livro me trouxe uma grande lição, no qual não devemos se fechar num casulo, temos que ter amizades, e uma família, para podermos nos abrir e desabafar com eles.

Adorei o livro do começo ao fim, posso garantir que nenhum de nós queremos nossa parede tão branca assim! 

A história se passa em Brasilia

Indico o livro pra quem gosta de sentir todos os sentimentos possíveis, rir, chorar, ficar brava com algumas atitudes de Mariana, e um romance leve e delicioso.


Blog da autora: Marina Oliveira
Onde comprar: Thesaurus Editora

domingo, 25 de outubro de 2015

Parceria: Laís

Olá gente, fizemos mais uma parceria, dessa vez com a autora Laís, Do livro: Primeiras Impressões.


Sobre a autora: Apaixonada por cinema e literatura, decidi criar o blog como uma válvula de escape às preocupações cotidianas que nos frustam. Aqui, só há espaço para sonhos, criando a fuga perfeita. Espero que curtam lê-lo como eu amo escrevê-lo!
Em 2014, publiquei meu romance de estréia, Primeiras Impressões, uma adaptação moderna do clássico Orgulho e Preconceito de Jane Austen. O romance eterno de Lizzie e do Sr. Darcy é situado desta vez entre paisagens paradisíacas do Brasil e cenários surpreendentes dos Estados Unidos, em um relacionamento complexo entre uma carioca sarcástica e brilhante e um político americano de uma família conservadora. 
Leia os dois primeiros capítulos disponíveis no livro ‘Primeiras impressões’ – sample ou Clique aqui
Livro digital:Clique Aqui
Livro impresso: Clique Aqui

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Resenha: Johnny Bleas - Um novo Mundo

Olá gente, Hoje trago mais uma resenha, dessa vez do livro: Johnny Bleas - Um novo Mundo

Editora: Pandorga
Páginas: 214
Autor: João Gabriel Brene

Sinopse: Órfão de pai e mãe, Johnny Bleas, tem uma vida confortável com seus tios, os Case, em uma fazenda no interior do estado. Até que ao acordar certa manhã e depara-se com a horrível cena de assassinato dentro de sua própria casa, a sincronia da sua vida se desfez e seu mundo começa a girar em meio a inesperadas desventuras. O triste som da morte abre as portas para algo que Johnny nunca poderia imaginar. Com o descuido de um passo em falso, ele é levado a uma nova dimensão, um novo mundo onde gnomos, castelos e piratas são apenas o começo. Um lugar mágico em que os enigmas do seu passado são revelados, onde o oculto que por tanto tempo dormiu, renasce e o assassino é descoberto em uma trama muito maior do que o esperado. Asterium, é o novo mundo, onde cada uma das peças do quebra cabeça se reconstitui, à medida que antigas peças se encaixam, novos mistérios nascem a partir de uma profecia que lhe defronta com o medo e a coragem de encarar um novo destino.


Resenha: O livro nos trás a história de um garoto de 16 anos, no qual seu nome é Johnny Bleas.
Johnny mora em uma fazenda no interior com seus tios.
Ele leva uma vida normal, até que um certo dia na madrugada, o garoto escuta um barulho na cozinha. Chegando lá, vê sua tia, no chão. Morta! (não é spoiler, pois está no 1° capítulo)
Os policiais não souberam o motivo da morte, e apenas falavam que, havia acontecido era um assassinato.


No outro dia no enterro, Johnny estava dentro da igreja, quando viu um menino meio estranho do lado de fora da janela, levantou-se e foi até lá.
Quando chegou, viu de longe, o menino rindo, quanto mais Johnny corria atras dele, mais o menino sumia pela neblina do dia.
Num certo dia Johnny, estava brincando com seus amigos. Foi quando a bola foi rolando rampa abaixo e ele foi buscar.
Johnny  foi longe demais, e quando viu estava nos meios da escuridão, cheias de árvores.


De longe avistou aquele mesmo menino que havia visto no enterro, com sua bola.
Johnny correu atras dele para pegar, corria cada vez mais longe. Já estava ficando tarde e escuro, e Johnny resolveu seguir o menino, até que caiu em um buraco.

É a partir daí que entras as aventuras, e fantasias.

Johnny, chega em Forhcore, a capital de Asterium.
Ele vai descobrindo fatos e acontecimentos de seu passado. E a partir disso que ele tem que decidir o que quer fazer para ajudar Asterium, tem que enfrentar guerras, e perigos.
E no meio disso tudo, junto com duendes, magos, ursos, feiticeiros, guereiros, piratas, e tudo mais; embargando juntos pra uma aventura de salvar seu reino.


Simplesmente perfeito, sério!
A escrita do autor é muito contagiante, prende o leitor do início ao fim, com poucas páginas nos trás a emoção necessária para entrar no livro, e se sentir dentro dele.
Nunca fui de ler livros nesse gênero de fantasia, aventura, mas depois desse, quero ler muito mais.
To muito ansiosa para ler o 2° volume.


Twitter e instagram: João Gabriel Brene
Onde comprar: Livraria Cultura , Walmart , Saraiva

sábado, 17 de outubro de 2015

Resenha: Surfistas, beijos e um pé de pato

Olá amores, hoje trouxe mais uma resenha, dessa vez do livro: Surfistas, beijos e um pé de pato.
Autora: Carolina Cequini


Editora: Atheneu Cultura
Páginas: 283
Autora: Carolina Cequini

Sinopse: Celine tem 15 anos e é apaixonada por Gabriel, o surfista mais cobiçado de sua escola. Infelizmente, a bola da vez para ele é Bruna, uma garota metida que tenta fazer da vida de Celine um inferno.
Quando Celine é obrigada a ficar duas semanas na casa de sua tia Luisa nas férias de julho, ela encontra um pé-de-pato estranho que, em contato com a água, dá a ela uma cauda de sereia! Celine logo descobre que não é a única sereia que habita as águas do Rio de Janeiro...
Ao mergulhar em um novo mundo embaixo d’água, Celine conta com a ajuda de sua nova amiga metade peixe, Serena, para chamar a atenção de Gabriel e tirá-lo das garras da insuportável Bruna.
Mas, em meio às intrigas amorosas, Celine descobre um grande segredo acerca de seu passado. Sua nova vida de humana e sereia trará muitas surpresas...
Não tem como uma menina não se identificar com os problemas da adolescência: o primeiro amor platônico, o primeiro beijo, a primeira desilusão amorosa e a sensação de que as responsabilidades chegam de paraquedas em sua vida, sem que você tenha certeza de que é isso que quer. Em meio à magia das sereias, Celine é apenas uma garota que tenta sobreviver aos conflitos dessa fase e decidir o seu destino.

Resenha: Celine tem 15 anos, é uma garota comum, como qualquer garota, muito atrapalhada, engraçada, e bonita.
Celine tem 3 amigas, mas a mais chegada é Dani.
Ela está preste a entrar de férias da escola, e como toda garota; já tinha planejado tudo que iria fazer.
Chegou da escola, toda contente, quando viu seus pais arrumando as malas para ir pra Itália, fazer uma viagem a trabalho.
Ela achou que iria também, mas não foi bem assim, ela iria ficar com sua tia, por 2 semanas, e lá não tinha nada de interessante, só internet que não era tão boa.
No outro dia chegando na aula, Dani disse, que foi convidada a passar quase a semana inteira no Ocean Star, num hotel de luxo, pela Bruna, a qual Cel (Celine) odiava a garota, ela era a metida do colégio, e as 2 gostava do Gabriel.
Gabriel tem um estilo esportista, sabe esquiar até surfar, ele também foi convidado pela Bruna, menos Cel. Porque ela estava tão chateada por não ter sido convidada, sendo que já era de se esperar, que Bruna não chamaria ela.
Celine saiu da escola, ufa! Já estava de férias, mesmo não gostando da ideia de ficar com sua tia na praia, mal sabia ela o que estava pra acontecer.
Sua tia Luisa buscou na escola, e foram pra casa. Chegando lá, Tia Luisa perguntou se Cel poderia ajudar ela na loja.
Ela tinha uma loja de produtos de praia e mergulho, a loja se chama Summer Sports.
Depois, Cel entrando no quartinho da "bagunça", e viu uma caixa escrito "Celeste", era o nome de sua avó materna, curiosa abriu a caixa e encontrou um pé de pato .
Saiu com ele do quartinho e foi nadar no mar.
Cel foi meio longe, do que estava acostumada, e suas pernas ficaram adormecidas, e formigando.
No outro dia foi de novo, para o mar, com seu pé de pato, mais longe do que o dia anterior, chegou até uma pedra mais ou menos no meio do mar, pois seus pés já estavam formigando, quando de repente olhou para eles, eeeeee ela tinha caudas, isso mesmo caudas de sereia.
Cel ficou surpresa e assustada com a situação, então tirou o pé de pato, e seus pés voltaram, assim ela descobriu que os pés de pato que eram mágicos.
Já estava ficando tarde, então ela resolveu ir embora, quando ouviu alguém chamando, era uma sereia, no qual seu nome era Serena.
A partir daí Serena vai mostrando o universo debaixo das águas para Celine, ajuda ela com Gabriel, o boy magia, rsrs, e vai descobrindo o segredo por trás do pé de pato, ou melhor caudas mágicas, e sobre coisas do seu passado.


A estória se passa na cidade do Rio de Janeiro, e a estória em si, eu amei tudo, afinal quem nunca teve aquela paixonite de escola, não é mesmo? E ainda mais sabendo que tem um pé de pato mágico.
Com apenas 15 anos, Celine tem que encarar a vida, ver o que quer para si mesma, enfrentar as dificuldades que tem nessa fase de adolescência, e com ela a notícia de sereias, pé de pato, rainhas, e garotos.
Queria ficar aqui contando mais, pois o que eu escrevi, não é nem o começo.
Mas vou indo, se não, terá SPOILER. Só posso dizer que vem vindo continuação!


Instagram: Carol Cequini
Facebook: Carolina Cequini

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Resenha: Extraordinário

Resenha: Extraordinário


Primeiramente, to sem palavras pra falar desse livro, sério como pode um livro mexer tanto com a gente, né. Meu Deus!

August tem 10 anos, e nasceu com síndrome genética, no qual seu rosto não é como o normal de todos os garotos.
Ele nunca havia ido pra escola, pois tinha medo, do que as pessoas iriam pensar/falar dele, mas sua mãe o ensinava tudo que podia.
Até que seus pais, o incentivam ele à ir pra escola, pois já estava mais do que na hora. Depois de muita insistência de sua irmã, ele fala que resolveu ir.
Na escola já era de se esperar, que haveria crianças rebeldes, e sem noção (mas crianças são inocentes né, e tem as fases de falar tudo o que pensa).
August, sofreu muito bullying, e foi xingado de tantas coisas pesadas, que me doía o coração, em pensar se fosse comigo.

O livro é dividido em partes, onde cada parte é narrada por alguém de sua família ou amigos, falando como convive com um menino que é diferente na aparência, mais que tem um coração extraordinário.

Esse livro nos trás a mensagem que não se deve se importar tanto com as pessoas, é difícil? Sim, mas temos que pensar sempre que vai passar e tudo vai melhorar.
É realmente EXTRAORDINÁRIO.